terça-feira, 6 de setembro de 2011

Desencontro

E hoje é assim que me sinto...

Minhas lágrimas são doce companhia que aquecem meu coração neste vazio de imensa solidão.
Aonde minhas incertezas se perdem com minhas angústias e o desespero tenta sugar meus sonhos
Não encontro paz, carinho, ternura...
Caminho perdida, nesse labirinto chamado vida.
Incomprendida... Talvez!
Minha prisão... Sofro calada!
Abandono... Meu medo!
Vitima... Não sou!
Loucura... Uma amiga!
Tristeza... Minha esperança!
Morte... Pura impotência!
Palavras que fogem de mim na pura demência que se encontra minha existência
Num vazio aonde não encontro mais a pessoa a quem achava ser eu
Pessoa esta que só consigo ser quando me encontro com o que não reconheço em mim
E por mais que eu tente, estas partes de mim não conseguem estar juntas
E as vezes uma delas prevalecem no momento em que eu não posso conviver
E ai apenas sobrevivo,um dia a mais um pouco mais...
Espero um minuto a mais..
No desejo de um dia poder ser, simplesmente quem eu sou
Sem conviver com a dor do que os outros esperam de mim
A ferida aberta daquilo que eu queria ser
E eu, agora, sou simplesmente as lágrimas que agora caem do meu rosto
Lágrimas...
Dor..
Solidão
Incertezas..
Vazio...
Desencontro!

Um comentário:

  1. Quanta tristeza... que pena pois a vida é tão bela...
    Que tal dar uma chance à você!
    Olhe no espelho, levante a cabeça, sorria e coloque uma meta:
    -Vou fazer alguém feliz!
    Quando fazemos o outro feliz, a felicidade retorna em dobro.
    Felicidades!!!

    ResponderExcluir


Não deixe de comentar e participar dando sugestões, indicando receitas, etc.!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...