segunda-feira, 30 de julho de 2012

Resistência



Danço, sorrio e brinco de viver.
Mas, os meus pensamentos só me levam a você
As lembranças, as palavras, a verdades, o sofrimento.
A dor de saber que um dia eu soube o que é o amor.
A decepção de saber que não fui forte o suficiente.
A impotência de reconhecer que, eu tive que recuar para sobreviver.
Triste saber, que as pessoas que mais dizem me amar
Jamais me reconheceram, da forma que você reconheceu.
Nunca tiveram a coragem de dizer as verdades com sinceridade, intensidade e ternura.
Nunca machucaram para curar as feridas, e sim para fazer sangrar ainda mais.
Que adianta ter tudo e não poder dividir com você
Que adianta estáviva se parte de mim morreu desde o dia que te disse adeus.
Que adianta sorrir se é na tristeza que eu sinto a paz
Paz de reconhecer que o único instante que posso me sentir realmente feliz
E quando esqueço o resto do mundo e só penso em você
Burra, insensata, insana... Talvez!
Mas, ainda prefiro a insanidade que um mundo de hipocrisia!
Ainda prefiro morrer de amor que viver de ilusão!
E que a dança, e o sorriso, e a brincadeira que é viver.
Não seja jamais vista como o preenchimento do vazio.
Mas, como a resistência de uma alma, 

que mesmo andando sozinha.
Nunca deixou de te acompanhar.
Só o poetas e aquele já amou de verdade sabem
Que o verdadeiro amor é imortal!

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Não deixe de comentar e participar dando sugestões, indicando receitas, etc.!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...