segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Ausência


Não penses que nunca esteve comigo

Pois, mesmo quando estava calado.

Eu ouvia a tua voz no silêncio

Quando estavas triste

Enxuguei as tuas lágrimas

E pensei em você antes de dormir

Quando tu estavas alegre

Eu via o teu sorriso no brilho das estrelas

Sentia tua presença na melodia das canções

Fazia poesia dos teus gestos e do teu olhar

Mesmo quando você não sabia o que sentir

Eu tinha certeza que não tinha como fugir

Você já fazia parte de minha vida

Esteve presente em cada sonho do meu coração

Nas noites frias

Nos sonhos mais doces

No momento de solidão

Você sempre foi e será.

Tudo aquilo que eu desejei,

Esperei,

Sonhei.

Para mim...

E pode me perguntar, mas eu só te encontre agora?

Não, querido!

Todos os dias eu lutava para não acordar dos meus sonhos,

Pois, lá. Você sempre esteve comigo.

2 comentários:

  1. Achei intensa a busca do eu poético.
    cadê as datas das suas postagens?
    Parece que está em uma dimensão atemporal.rsss
    Vinicius

    ResponderExcluir
  2. Essa poesia é uma releitura de um poema dos meus 13, 14 anos de idade...E para quê medir o tempo se o tempo só serve pra contar, deixar passar... risos. Obrigada pela visita vinicius estou testando um novo layout para o blog

    ResponderExcluir


Não deixe de comentar e participar dando sugestões, indicando receitas, etc.!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...