sábado, 2 de fevereiro de 2013

Mas uma aposta



Você finge tão bem ,
Que já nem sabe meu bem ,
O que é mentira ou verdade .

Se ilude neste mundinho banal,
Cheio de palavras bonitas,
Repleto de fichas e jogada.
Sempre com uma carta na manga,
Apostas todas as fichas em você.

Não é mesmo?
Pena que um dia a sorte muda.
E as cartas são postas na mesa.
E não adianta o seu sorrisinho bobo.
Ou olhar tão seguro de si.
Pois, o jogo acabou.

E os peões que você usou,
E as fichas que você apostou na mesa.
Não te veem mais como um rei.
Você só esta blefando, querido!
Sentimentos, palavras, gestos...

E sempre fez isso tão bem
Que até mesmo se esqueceu,
Que tudo isso não passa de uma farsa.
E que com a vida não se joga.

Viva sua mentira até onde a corda não te enforcar.
Que eu vivo minha verdade, tropeçando, rindo e chorando.
Até um dia encontrar meu caminho e não olhar para trás.
Deixando sem explicações,
Tudo aquilo que a vida não me deu explicações alguma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Não deixe de comentar e participar dando sugestões, indicando receitas, etc.!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...