sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Inquilinos

As vezes tudo parece meio injusto,
Temos a vida, temos um mundo.
E não nos sentimos inteiros e feliz.
As vezes parece meio confuso,
Sem graça,
Só paredes e muros,
Construções sem alma,
Corredores vazios,
Mesmo cheio de gente transitando ali.
Pessoas, pessoas, pessoas.
Tão frias e insosas,
Só entulham louças nas pias,
Ou deixam manchas sombrias,
Por onde andam e, naquilo que fazem.
Em meio a isso te conheci,
Olhos que falam,
Lábios que sorriem.
Preenche os espaços,
Numa simplicidade sem fim.
Tão distante e, tão perto.
Já faz parte de mim.
Tanto, que não consigo,
Mais  imaginar uma vida,
Sem ti e, enfim,
Eu trocaria  tudo,
Por ter você aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Não deixe de comentar e participar dando sugestões, indicando receitas, etc.!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...