terça-feira, 28 de abril de 2015

Despedida

Porque ainda persistes solidão?
Se minha alma te ignora.
Não te quero como outrora.
Me esqueça, por favor.
Se afaste de mim.

Não venha com seus doces tormentos.
Chega! Basta!
Me dê um tempo, 
Preciso de um pouco de ar.

E só me sufocas.
Como se eu precisasse de você.
Me permita viver!
Sem lágrimas e esta dor.

Porque me assombras solidão?
Estes medos são só seus.
Finja que não me conheces.
Este corpo não é mais seu.
Acabou!
Deixe-me!
Adeus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Não deixe de comentar e participar dando sugestões, indicando receitas, etc.!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...