segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Nós

Meus eus
São tão seus
Que normalmente parecem nós
E os eus se perdem.
Na minha garganta são nós.
Estão apertados,
Tento desatá-los,
Mas, já me sufocam.
Já não existe ar.
E os eus se esvaem,
Só ficam os nós,

E não há mais nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Não deixe de comentar e participar dando sugestões, indicando receitas, etc.!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...